quinta-feira, 10 de maio de 2007

O Caminho de Milagres de Aline Barros


Resenha de CD
Título: Caminhos de Milagre
Artista: Aline Barros
Gravadora: MK Music
Cotação: ****

Aline Barros lança seu terceiro CD pela MK Music, Caminho de Milagres e com ele se firma como uma das maiores vendedoras de discos do cenário gospel nacional – mal o CD saiu já é disco de ouro, impressionante!
Seguindo o rastro de sucesso deixado pelo CD anterior (Som de Adoradores), Aline repete a fórmula de sucesso neste trabalho e mesmo assim atinge um êxito superior comprovando o famoso ditado: “em time que está ganhando não se mexe”. A fórmula pode não funcionar pra muita gente, mas pra Aline funcionou justamente porque o time que está reunido em torno dela mostra que pode sempre render um pouco mais do que o esperado e um dos grandes responsáveis disso é o produtor geral do disco, Rogerio Vieira (o Rogerinho). O desempenho dele neste disco impressiona porque do início ao fim o que se ouve é um show de arranjos vocais e instrumentais que ora expressam toda a delicadeza de singelas canções de adoração, ora mostram a energia de empolgantes músicas de júbilo e tudo isso sem deixar o longo trabalho (são 16 músicas) cair na mesmice em momento algum. No repertório podemos conferir uma seleção muito bem feita e letras de profunda inspiração; nesse quesito destaque para Anderson Freire, compositor de boa parte do albúm que, em excelente forma, desponta como um dos próximos grandes hitmakers da música evangélica brasileira. Em relação à Aline Barros intérprete não há muito que dizer, ela é a mesma de sempre e isso também não é algo negativo. É notório nesse disco como a Aline funciona muito mais gravando ao vivo do que em estúdio; sua energia e sua alegria contagiam e mesmo canções mais densas ganham beleza com o doce timbre de sua voz. Ela só erra (e erra feio) quando decide explorar notas graves, com as quais não tem muita intimidade, mas como isso se verifica em poucas músicas logo este detalhe passa despercebido.
Destaques: A faixa-título Caminho de Milagres que deveria ser a música de trabalho do CD, linda e muito bem interpretada; Tudo é Teu que apesar do pavoroso grave inicial da Aline (é só o início, depois você vai ouvir os gritos de costume) é uma música irresistível, depois de ouvir duas vezes você vai passar o dia inteiro gritando “teu, teu, tudo é teu! Teu, teu, tudo é teu!”; Detalhes: excelente pegada, música linda e impactante, bem radiofônica; Espero em Ti: que arranjo!; Jesus Filho de Deus: up, pegada pop-rock com a inserção de uma gaitinha que deixa a música muito charmosa; Conquista e Captura-me que fecham o CD bem pra cima: bem arranjadas, bem executadas, bem cantadas. Deixam-te com gostinho de quero mais.
Em resumo, o CD esta bem congregacional, nos mesmos moldes do Som de Adoradores. Os CDs são bem parecidos inclusive, mas Caminho de Milagres ganha em produção e repertório. Se você curtiu o CD antigo, você vai se apaixonar por este aqui. Se não gostou, vale a pena você ouvir este novo, quem sabe você também gosta?
(By Valney Silva)

Um comentário:

daniele disse...

Parabéns !!!!! Com essas poucas palavras, vcs conseguiram dizer tudo !!!!!!!!! Esse cd é uma benção... Dada por Deus mesmo !!
Então... GLÓRIA A DEUS por ele !!
Paz..